sexta-feira, 25 de maio de 2012

Em homenagem a vocês meus irmãos, Anãs Voadoras sempre...

Nerds com toalhas. Parabéns!

Ola, parcos leitores. Como estão?
Hoje comemoramos o dia da toalha e o dia do orgulho nerd (Pra quem não entendeu porra nenhuma, dê uma lida no post super explicativo das minas do Garotas Geeks).
E por conta disso, estava eu caçando assunto pra fazer um post de comemoração, quando, ao conversar com uma amiga que é mamãe recente, fui agraciado com esta belezura.
A gracinha da Fabiana sendo devidamente catequizada pelos pais Débora e Silvio! ownnnn *___*

É uma alegria saber que games e tecnologia de um modo geral, não são mais coisas dos ET´s (leia, esquisitão da escola que vc curtia zuar, ou não queria ser visto perto).
Bom (vou de texto clichê mesmo. Foda-se!). Espero que esta imagem inspire vc no dia de hoje e quem não sabe nada respeito de cultura nerd, geek ou seja o que for, conheça um pouco deste mundo. E o vc meu caro nerdão ou nerdona, meta a cara na sua coleção de quadrinhos, vá jogar uma sessão de RPG, ou zere pela enésima vez aquele game, ou termine aquele outro, formate seu PC... Em fim, tenha orgulho de ser o que é.

Abraços

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Acordes e Bits

Ola, parcos leitores! Saúdades!
Aproveitando o atraso do post anunciado anteriormente e o doodle homenageando o Robert Moog, inventor do sintetizador moog. Resolvi escrever sobre algumas bandas de eletrônico, ou que utilizam alguns desses recursos em seu trabalho.
Sei que uma lista completa seria algo absurdamente enorme, então me aterei a coisas que costumo ouvir.

Skulk Partition Root

Vou começar fazendo mercha da banda do mano @bbelver. Os caras estão definidos no myspace como Industrial Rock. Eu chamo de música malvada.
Destaque pra faixa Project 7



Digitaria

Os minerim do Digitaria, me fazem muito feliz.  Músicas com muito synth e viagens psicodelico-eletrônicas, trazendo elementos de rock especialmente o punk, que aparece bastante quando estão tocando ao vivo. Me lembra, as vezes, trilha sonora de filme de ficção cientifica #osnerdpira
Destaco a faixa Anti, afinal não spiko ingleis e a letra rola em português, que alimenta minha atual vibe por poesia minimalista (taaaao pedante).



808sex

Nos P2P da vida, tava caçando assunto nas pastas de um fulano, quando peguei uns MP3 dos caras.
Trilha sonora ideal para festa estranha, com gente esquisita. Especial atenção para o vocal junkie feminino (adoro).



Daft Punk

O duo francês é conhecido pelos hits One More Time do álbum Discovery, que foi transformado no anime/musical Interstella 5555 (Recomendo. É muito foda!). E Around The World cujo clipe se destaca pela  coreografia fodástica.
Adoro as apresentações ao vivo dos caras, que só vi em vídeo, por enquanto (Daft Punk no Brasil de novo, PELMORDEDEUS!), em que, como no trabalho dos caras de maneira geral, fala da relação do homem e tecnologia. Recomendo a faixa Human After All.



Portishead

A banda da vocalista (e mulher ideal) Beth Gibbons tem uma levada que costumam chamar de low beat. Uma coisa lenta e introspectiva.
Muitas das faixas são típico “som de fossa”, já musicas como Glory Box derrubam calcinhas em minutos. Mas, tudo bem devagarzinho (Ui!).
Sintentizadores, guitarras, distorção e pickup´s, num som que foge ao convencional BPM alto do eletrônico. Tudo isso coroado pela interpretação spleen de Beth, faz do Portishead uma de minhas bandas de cabeceira.



KRAFTWERK

Nos idos de oitenta e tralalá, tinha o comercial de um sapato chamado StarSax que remetia a um cara andando meio que nas estrelas (dãh) e eu pirava na música do tal reclame (que não achei pra linkar aqui). Anos mais tarde, fui informado que se tratava de Hall of Mirrors do Kraftwerk que tive a oportunidade de assistir ao vivo, no ultimo dia 11 no @sonarsp.
Lá pude confirmar o que já via no trampo dos caras, que traz a liberdade e a vanguarda. Algo como o trabalho de Hermeto Paschoal, ou coisa do tipo, em que se quebra o satus quo da música e vai além.
O pioneirismo dos caras vai dês de musicas como Computer World, em que já falavam da importância da informação digital, no inicio do anos 80, até a utilização da ideia de multimídia, onde as letras minimalistas são acrescidas de informação sonora e visual para completar a obra.


Bom, por enquanto é isso. Tem mais uma porrada de coisa, mas o post já tá Kilométrico. Quando der na cuca faço uma parte II. Abraços

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Anãs no Sónar - SP

Depois de um longo e tenebroso inverno, uma postagem pra informar que este Vampiro aqui, está esquentando os motores para conferir o Sónar São Paulo, um festival de música (como eles definem) avançada.
Vão ter caras como o Justice e o Cee Lo Green (postei um clipe dele aqui no Anãs a um tempo), música eletrônica, esquisitices e experimentos musicais. É, vai ter o Emicida também, mas seu clipe Zica,  baseado nos filmes de Kung-Fu, tem me feito prestar mais atenção no trampo do cara.
Meu desejo é ver os tataravôs, (os Pai-Mei´s!) da música eletrônica, os alemães do Kraftwerk. Mas já que estarei por lá, vou procurar ter algum material para postar aqui, além do show dos tiozinhos.
Por enquanto fiquem com uns fulanos que estarão por lá. Chamado Mogwai, a banda faz um rock instrumental esquisitão e cheio de distorção.  Esse clipe me lembrou de vários momentos de ócio entre as Anãs (mas, sem os dorgas).

terça-feira, 3 de abril de 2012

quarta-feira, 14 de março de 2012

terça-feira, 6 de março de 2012

Morre Ralph McQuarrie, designer de Vader

Morreu no ultimo sábado, aos 82 anos, o designer Ralph McQuarrie que trabalhou numa infindade de clássicos do cienema como, De Volta Para o Futuro (Back to the Future - 1985) e E.T. O Extraterrestre (E.T. - the ExtraTerrestrial - 1982). Fez até artes para o mendonho filme do He-Man (Masters of the Universe - 1987) e para Os Caçadores da Arca Perdida (Raiders of the Lost Ark - 1981).


Se liga no R2D2 e no C3PO no hieróglifo da tumba


Ralph foi criador, além de outros elementos da saga Star Wars, do visual de Darth Vader. Aclamado como um dos maiores (se não o maior) vilão de todos os tempos. O que deve, em muito, a figura marcante criada pelo designer.

Pocurei alguns vídeos da saga para prestar nossa homenagem, mas acredito que este, além engraçado, ilustra o quanto este personagem ultrapassou a bolha nerd. Tornando-se um ícone de cultura pop.



Fonte: Estadão

segunda-feira, 5 de março de 2012

Simpsons e Game of Thrones

Fico muito feliz quando uma série foda faz uma referência foda!

A abertura dos simpsons no estilo Game of thrones ficou animal, também rola uma imagem rápida no meio do episódio...


video


sábado, 3 de março de 2012

Anãs na Mostra Nacional de Humor e Quadrinhos de Santo André

As Anãs com a participação (e a máquina fotográfica ) dos amigos Rodrigo e Josiane, visitaram a Mostra Nacional de Humor e Quadrinhos de Santo André. Que aconteceu em uma parceria entre a Casa do Olhar Luiz Sacilotto e o ANIMABC.
Estavam expostos trabalhos de vários artistas, incluído charges, tirinhas e mangá. Mas o que foi mais legal foi que, junto do trabalho dos artistas prós, tínhamos a participação de estudantes de cursos de desenho promovidos pela prefeitura. E tivemos a oportunidade de ver, além de trabalhos muito bons e tirinhas que garantiram boas risadas, material da galera que está começando.






A trupe (Rodrigo, Jô e este que vos escreve)





Mangá Brazuca






Imagem e mensagem


E aqui alguns trabalhos dos alunos




Serviço: Mostra Nacional de Humor e Quadrinhos de Santo André:

De 27/02 a 24/03
Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 10:00 às 17:00


De 28/02 a 24/03
Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 18:00 às 21:00


Local: Salão de Exposições do Paço Municipal – Saguão do Teatro Municipal (Praça IV Centenário, s/nº - Centro - Santo André).


Informações: (11) 4992 7730

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros. WTF?

Caçando assunto no Fábrica de Quadrinhos, dei de cara com o trailer de...*engasgado*...Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros? É isso mesmo?
Baseado no livro homônimo de Seth Grahame Smith, o filme mostra o presidente magrelo da cartola, pagando de Van Helsing, depois que sua mãe foi assassinada por uma criatura sobrenatural (leia-se vampiro).
Meio sem noção, mas pancadaria e vampiros (menos os que brilham) valem sempre a pena.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Mario no bloco

De acordo com os caras do bloco no outros dias tocaram varios outros temas do jogo do encanador.


Vi no Não Salvo

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

O Alienista em Graphic Novel

Numa sexta feira dessas, tava fazendo hora no Pacobello, um sebo aqui em Santo André. Os títulos passavam ao olho sem causar um entusiasmo digno do gasto, pois sendo nerd baixa renda, todos meus movimentos devem ser friamente calculados. Mas, contrariando minha veia muquirana, fui seduzido pelo exemplar da graphic novel de, nada mais nada menos, que O Alienista de Machado de Assis, numa releitura de Fábio Moon e Gabriel Bá! E Pensei; por que não comprá-la? Comprei-a-a.
A obra apresenta muito bom gosto, digna de ser uma pomposa Graphic Novel. Digo isso, antes mesmo de tirar do plástico tão conhecido por frequentadores de sebo. Aquele dobrado devido ser maior que a revista ou livro, e com uma etiquetinha informando o preço escrito a caneta. O prazer continua nas primeiras paginas com a apresentação feita por Flávio Moreira da Costa, que nada além de MUITO FODA pode definir.


A capa já empolga (Ta bom. Sei que sou suspeito =))


Adorei o modo como a historia foi passada para o quadrinho. As personalidades dos personagens e as metáforas a que estão associados devidamente representadas no desenho. Em que se destaca o protagonista, Simão Bacamarte, que no traço de Gabriel Bá, ganha um tom altivo, frio e retilíneo, condizente com a critica do livro que questiona a pretensa assepsia, de uma ciência como resposta última para o mundo. A narrativa e outros elementos da HQ apresentam essa mesma qualidade na transposição das palavras do Machadão para a figura.

Simão Bacamarte, o arauto da ciência da alma (sera?)


A leitura te absorve página a página

Por fim, longe de parecer uma espécie de resumão do livro, que na visão de alguns poderia diminuir ainda mais o acesso a obra original. Mostra um cuidado no trabalho que, a partir de outra linguagem, convida o leitor ao universo do autor.
O Alienista em quadrinhos faz parte da coleção Grandes Clássicos em Graphic Novel da editora Agir, que traz obras consagradas da literatura (aquelas do vestibular, sabe?) em HQ.
Pretendo conhecer os outros! Fica a dica.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Pelo bem dos animais

Imperdoável

Ainda no clima do show, mais um post sobre Within Temptation.


Seu novo trabalho, The Unforgiving (2011), conta também uma HQ e 3 curtas metragens baseados no album conceitual. Na história uma entidade recruta três almas perdidas para se redimirem de seu erros, completando algumas missões.
Quero ler loucamente!














Cena da HQ com uma personagem que parece inspirada no visual da vocalista Sharon Den Adel










Capa do nº1

Treiller






Fontes: Anidaf e Google Imagens.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Parem tudo! Remake do Rock´n Roll Racing em 3D

Se tem um game que joguei ate colocar meu glaucoma em risco, foi Rock´n Roll Racing!
Agora um grupo de fãs fez a versão 3D! Torçamos pra ser lançado e a produtora oficial não podar o projeto.
Vejam o Trailer


Vi no Garotas Geeks

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Bruce Lee como Homem Aranha

O francês Alexandre Tuis propôs novos atores para interpretar alguns personagens da Marvel. Dê um olhada.


Não ia precisar nem de computação gráfica





Por incrível que pareça, sempre pensei nisso.



Eu não dispensaria a maquiagem com a cabeça raspada.







terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Uma questão de ritmo

Entre instrumentos de verdade e fabricados no fundo do quintal, os caras utilizaram 1000 itens. Fuckyeah!


Vi no Leitura Dinâmica

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Pijamas

No site spencersonline.com existe uma seção com alguns produtos nerds. Esses pijamas me chamaram muito a atenção, mas ainda não consegui entender o porque.










terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Chega de guitarrinha de "prastico"

Vi no MTVGames (sim eu assisto!) o Rocksmith da Ubisoft um jogo de guitarra, mas antes da comparação obvia com o Guitar Hero, aqui você toca no intrumento de verdade (ui...), os acordes reais da música.
Ta ai o trailler..

domingo, 22 de janeiro de 2012

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Capcom abre um bar

A produtora de games Capcom inaugura no dia 25/01/2012 seu bar temático, que contará com um cardápio inspirado em seus jogos.
Se liga no prato do Resident Evil! Braaaains....


Fonte: @LordNilton

sábado, 14 de janeiro de 2012

Meets Charlie

As Anás passaram uma tarde de Sábado agradável, no melhor estilo nerd na casa de nosso amigo Rodrigo. Com direito a RPG, games, salgadinhos e afins.
E como náo podia deixar de ser, tivemos nossa famigerada sessão youtube, onde fui apresentado ao unicorno Charlie.
Se vocês acham os Poneis Malditos piscodelicos, se liguem nisso.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Top 15 Mulheres do Mundo Nerd

Eu sempre faço os tops descendo a lenha nas coisas, então para dar uma variada dessa vez vou falar bem das mulheres do mundo nerd!

São as 15 mulheres de jogos, quadrinhos desenhos que povoaram minha imaginação na infância! É com um pouco de pesar que digo que na minha adolescência também... e é com muito pesar que confesso que na vida adulta também!

Ah, mulheres de filmes ficaram de fora, então nada de ficar perguntando da Princesa Leia!





15 - Faith - Mirror's Edge

Talvez a mulher mais em forma da lista, ela corre o jogo inteiro sem parar e não cansa! Eu valorizo uma mulher que se cuida! A entregadora/fugitiva/contrabandista de informação/corredora fica com a décima quinta posição.

















14 - Rose - Legend of the Dragoon

Gata, meio defensora da justiça, meio maligna e pode virar um dragão (na minha opinião o melhor dragão do jogo, dá dano e recupera sua vida), quem não vai querer uma mulher dessa?!

















13 - Princesa Zelda - The Legend of Zelda (naturalmente...)

Ei, ela entra na lista mas a Peach fica de fora deixando o Mario com dor de cabeça de tanto reclamar que não entrou na lista? Exato!! Zelda é muito mais gata e eu adoro orelhas pontudas!! Foi mal Mario...

















12 - Callie - Swat Kats

A vice-prefeita de MegaKat City toma as rédeas da situação sempre! Quem não gosta de uma mulher com iniciativa?! E além do mais eu sempre tive uma queda por mulheres de óculos...












11 - Jessica Rabbit - Uma Cilada para Roger Rabbit

Um clássico! Com certeza a mulher mais sensual da lista, foi ela que iniciou minha predileção por mulheres de cabelo vermelho. Eu espancaria o Roger Rabbit com uma cenoura para poder ter um encontro com essa mulher.
















10 - Vampira - X-Men

Eu adoro a Vampira dos anos 90! Linda, corpão, roupa justa e tiradinhas cheias de malícia. Bom, têm, um pequeno porém... se você encostar nela vai ter sua energia sugada e provavelmente vai morrer rapidinho... mas e daí?! O proibido sempre atiça mais!!!















9 - Mai Shiranui - King of Fighters

A favorita de 90% dos jogadores desse título! Belo corpo, pouca roupa e ainda enche os marmanjos de porrada! Todo mundo quer ter uma assim em casa!


















8 - Power Girl - Liga da Justiça (e outras trocentas equipes da DC)

A Pamela Anderson dos Super Heróis, ela me conquistou nas telas de load do DC Online!
















7 - Setsuka - Soul Calibur 4

Eu sei, esse jogo tem um monte de mulheres que poderiam estar na lista, então porquê a Setsuka? Ela usa roupas que cobrem muito mais o corpo que a maioria das mulheres do jogo e ainda assim é muito gostosa! Então eu posso ter um mulherão e ainda assim levar ela para jantar com minha família sem minha mãe ficar horrorizada com os trajes dela!












6 - Jack - Mass Effect 2

Ok, pouca roupa, muita tatuagem e a habilidade de perder o controle em uma fúria selvagem!! É o que eu procuro em uma mulher! E ainda têm um lance meio indomável... espetacular! "Ah ela é careca..." e daí?!! Você não leu a descrição?! Ela pode ter uma samambaia na cabeça que eu não ligo.















5 - Kerrigan - Starcraft

Ela era gatinha na forma humana, mas foi depois de virar líder dos Zerg e tentar acabar com as outras raças da galáxia que ela me conquistou. Poderosa, cruel e com uma mente ligada a trocentos monstros alienígenas.... voyeur total!!
















4 - Morrigan Aensland - Darkstalkers

Essa súcubo é o sonho de consumo de uma geração de jogadores. Frequentemente em convenções do gênero Morrigan é representada em cosplay (obrigado meninas!!). Esse ícone dos jogos de luta fica com a quarta posição.
















3 - Chun Li - Street Fighter

Essa mulher povoa meus pensamentos desde a época do nintendo 8-bits. Meia arrastão, bota de cano alto, roupinha de seda e bracelete de espinhos... Chun Li é fetiche total!!

















2 - Shina - Cavaleiros do Zodíaco

Eu sou louco pela Shina! A máscara da um ar de mistério a roupa é uma mistura de armadura com flashdance, mas o melhor de tudo é que ela gosta de arranhar as pessoas!! A única coisa que eu não entendo é a seguinte: Seiya quebrou a máscara e viu o rosto dela, então tinha que optar entre amá-la ou ela tentaria matá-lo a qualquer custo... a escolha me parece absurdamente óbvia, mas o cavaleiro de pégasus CRETINO, DESGRAÇADO, BURRO, LAZARENTO, foge dela durante toda série!! E depois o Shun é que leva a fama...










1 - Morrigan - Dragon Age Origins

Essa mulher é perfeita! Sensual, linda, gostosa, cabelo preso atrás e solto na frente, mexe com magia, humor ácido, irônica, a mulher dos meus sonhos! Unnnn tem uma coisinha... no final do jogo ela fica grávida do possível portador do apocalypse... mas quem se importa?!!! Olha essa mulher! Ela podia carregar os trigêmeos do apocalypse que eu não ligaria! Eu sustento ela e as crias do juízo final! Arrumo um emprego noturno para complementar o diurno e faço bicos nos finais de semana! Afinal, pai é quem cria!

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Anãs na Game On

Em Junho do ano passado começamos a série Anãs em..., onde íamos para algum lugar legal e contávamos como foi. Naquele caso tinha sido o Anãs em Curitiba.

Como depois disso o orçamento acabou, essa foi a primeira e única edição. Como o orçamento ainda não voltou, mas esse foi em São Paulo, me ofereceram carona e ainda pagaram o estacionamento, o Anãs (representado por mim) foi para a exposição Game On, no Museu da Imagem e do Som, em Pinheiros.

Dia 08 foi o último dia, então não dá pra recomendar, mas quem foi não se arrependeu! A exposição é muito boa e principalmente nostálgica. O espaço é até pequeno, mas você passa de 3 a 4 horas fácil por lá

Aí vão algumas fotos:

Onde tudo começou...




Game Gear, velho guerreiro. 





Isso sim é uma máquina, meu garoto!

You Win! - Ganhando desde a época do Street 1


Isso me traz lembranças



Olha a cara do Mario!
Que Mario, me perguntariam vocês...

Roupa original do Max Payne!!

Quem lembra da Power Glove? Era meu sonho de consumo
infantil....




























É isso aí. Como ainda estamos sem dinheiro, na próxima, ao invés de ir para um lugar, traremos alguém:

Vamos contar as peripécias de um viking na terra da garoa!